• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2018 by German Routes contato@germanroutes.com.br

Comercializado por German Routes - Brasil

CNPJ: 32.923.352/0001-05

Minha experiência na Alemanha | Primeiros Passos

03.01.2017

 

Fotos: Tati Mendonça

primeiros passos 

 

Hoje eu começo a contar um pouco de como foi a minha experiência, basicamente meus primeiros passos para a Alemanha e chegando na Alemanha.

 

O objetivo é compartilhar a minha experiência para a preparação de estudos para a universidade.

É importante checar todas as informações, pois todo o conteúdo colocado aqui foi baseado na minha experiência.

 

 

INICIANDO O PLANO

 

A minha motivação inicial não foi estudar na Alemanha e sim viver na Alemanha. Como eu não tenho uma outra cidadania que me permita viver aqui sem visto, comecei a buscar opções de como eu poderia viabilizar o meu objetivo! E aí encontrei no estudo o caminho que eu precisava!

 

Eu iniciei minha pesquisa pelos tipos de vistos para estudantes, para entender quais documentos seriam necessários. Depois fui organizando a documentação necessária para viabilizar o tipo de visto.

 

TIPOS DE VISTO PARA ESTUDOS

Na minha pesquisa, eu descobri que existem 3 tipos de visto para quem deseja estudar na Alemanha:

 

1 - Visto somente de idiomas

2 - Visto para preparação de estudos universitários

3 - Visto para estudantes (já matriculados em universidades na Alemanha)

 

Basicamente o visto 1, que é somente para estudantes de idiomas, permite que você fique 1 ano na Alemanha, sem permissão para trabalho. Este tipo de visto não pode ser renovado.

 

Os vistos 2 e 3, para estudantes, permitem que você fique até 2 anos e trabalhe 120 dias ou 240 dias meio período por ano calendário. A diferença é que no visto 2 você ainda não está matriculado na universidade e há uma restrição de trabalho no primeiro ano de visto (somente finais de semana, feriados e nas férias escolares). Este foi o meu visto, pois me permite um tempo de preparação maior para estudar alemão, melhorar o inglês e posteriormente me matricular para o mestrado aqui.

 

Na sequencia eu pesquisei sobre todos os requisitos para dar entrada no visto:

1 - Passaporte

2 - Formulário de aplicação preenchido

3 - Registro de endereço

4 - Seguro Saúde

5 - Prova de qualificação de entrada na universidade

6 - Prova de recursos financeiros

 

Importante: tem gente que recebe dois anos direto, tem gente (que foi o meu caso) que recebe um ano e precisa renovar outro. Mesmo eu apresentando 2 anos de seguro saúde... A primeira vez que estive no departamento eles disseram que eu teria os dois anos, o segundo atendente disse que mudaram isso (sempre depende dos astros, vai saber).

 

BUSCANDO A UNIVERSIDADE

Após a pesquisa do tipo de visto, o passo seguinte foi encontrar um curso/universidade para fazer o mestrado.

Depois eu solicitei uma avaliação do meu diploma, para me certificar que eu estaria apta a entrar na universidade.

Importante destacar que muitos cursos aqui na Alemanha de graduação e mestrado são de graça! Eu gostei de alguns e busquei no site das universidades os requisitos necessários para o curso.

 

Importante: no caso do meu mestrado e da universidade que eu pedi a minha carta de autorização, eles trabalham com notas. Isso mesmo, o seu CR (média geral) na faculdade do Brasil conta aqui para estudar ou não no curso. E tem cursos com critérios de notas diferentes. A minha média no Brasil foi boa, então eles convertem sua nota para o sistema alemão para conferir seus pontos. 

 

Outra coisa que é muito achômetro... eu pesquisei muito antes de vir e vi experiências de outras pessoas. Tem gente que ganha dois anos direto, tem gente que só mostra email da faculdade e tá valendo. A verdade é a seguinte, depende da cidade, depende do atendente...

 

Comigo só funcionou com carta impressa (não aceitaram a carta por email) e carimbada da faculdade. Comigo só funcionou um ano pra renovar... Minha sugestão é já faça o pedido para a faculdade ainda no Brasil e peça pra receber pelo correio a carta ou pegue depois na faculdade como eu fiz (e demorou viu). 

 

Outra coisa importante que eu não fiz antes, mas estou providenciando... Faça a sua equivalência do seu diploma (caso você tenha) já do Brasil, porque demora séculos.... Consulte o site da ANABIN e veja o que precisa para a sua profissão, porque isso ajuda muito quando for estudar ou para o mercado de trabalho.

 

PLANEJANDO A MUDANÇA

Pesquisa efetuada, decisão tomada! Começam os preparativos para a viagem!

Um planejamento financeiro, validação e tradução de documentos, checkup médico, contratação de seguro, contratação de curso de alemão, etc.

 

CHEGANDO NA ALEMANHA

Eu optei por fazer todo o meu processo na Alemanha. Comprei a passagem de volta dentro dos 90 dias permitidos. Entrei como turista e, conforme orientações do consulado, comprei um voo com entrada direta na Alemanha (sem conexão em outro país, neste caso nossas opões atuais são TAM e Lufthansa). Ainda não sei se isso é válido pois as informações são muito desencontradas, Na dúvida, peguei o voo direto pra Alemanha.

Não sei como checam isso, mas na dúvida não arrisquei viajar para a Europa entrando por outro país.

 

Chegando na Alemanha os passos são:

1 -  Registro do seu endereço (geralmente no máximo após uma semana da sua chegada). Posteriormente eu me mudei para Nuremberg e precisei novamente fazer o registro do meu novo endereço. Processo bem parecido, somente outros tipos de formulário. Se fosse comigo já ia querer padronizar :)

 

2 - Abrir uma conta bancária e bloquear um valor estabelecido para seu período de estudos. Existem outra opções de comprovar o valor, mas eu abri a conta aqui quando cheguei e transferi o valor necessário. A abertura da conta levou uma hora e se a transferência de dinheiro for feita de um banco brasileiro leva normalmente 3 a 4 dias para entrar aqui.

Obs: Eu abri minha conta no Sparkasse e não paguei nenhuma tarifa nem pra abrir, nem mensal. Há outros bancos que o processo é diferente e você precisa pagar mensalmente. Foi bem simples o processo.

 

3 - Seguro Saúde: Eu fiz um seguro alemão recomendado pelo departamento de estrangeiros. Fiz por dois anos, apesar do visto ter sido concedido, no meu caso, somente para um ano com a opção de renovação.

Obs: Já ouvi casos que estão exigindo seguro público. Sempre pergunte para o departamento da cidade onde você irá morar. Isso ajuda a reduzir surpresas. Sim, as cidades têm critérios diferentes.

 

4 - Prova de qualificação da universidade: um capítulo a parte.... como foi difícil conseguir no prazo adequado. É muito importante fazer tudo com muita antecedência. Eu solicitei uma avaliação formal do meu diploma e a universidade emitiu uma carta comprovando que eu estou habilitada a estudar com eles. Nas minhas pesquisas vi que algumas pessoas somente apresentaram e-mails com a universidade (não funcionou pra mim, eu tentei e quase fico sem o meu visto).

 

5 - Reunir os documentos e solicitar a permissão de residência: Em Munique o agendamento não é necessário, mas em outras cidades você precisa fazer este agendamento que pode levar meses. Se prepare com antecedência.

Obs.: Minha experiência: conheço Munique e Nuremberg para isso. Recomendo fortemente pedir em Munique (mas precisa morar lá). Alguém que já teve algum contato com o departamento de estrangeiros de Nuremberg sabe exatamente o que estou falando.... Cada vez que reclamei recebi uma cartinha perguntando o que estou fazendo aqui e pedindo provas de documentos.

 

Eu consegui o visto para um ano com a devida permissão de trabalhar. Mas no primeiro ano aqui, só posso trabalhar nos finais de semana, feriados e no período de férias escolares. No segundo ano já não há esta restrição.

 

Todo o meu processo foi feito em 3 semanas aqui! Eu teria feito em uma semana, se não tivesse perdido meu passaporte assim que cheguei (sim!!!!) e se já estivesse com a prova da universidade (que saí correndo pra buscar).

 

TRABALHANDO NA ALEMANHA

Após muita pesquisa e muita informação errada..... chegamos na etapa de trabalho. Já que no meu caso eu não saí do Brasil com uma vaga. Amigos Engenheiros e TI (Sejam bem vindos), bem mais fácil já conseguir emprego do Brasil. Minha sugestão é, procure antes de vir, tente.... Garantia ninguém tem, mas conheço algumas pessoas que estão vindo por esse caminho.

 

O meu visto de preparação de estudos permite que eu trabalhe 120 dias ou 240 dias meio período por ano calendário. Agora vem um detalhe importante pois eu tive informações muito diferentes da minha realidade. Eu pensava que isso valia para ano calendário.... Não funcionou pra mim! ou seja, no primeiro ano do meu visto eu só posso trabalhar nas férias. E aí veio a saga de informações desencontradas, inclusive nos próprios departamentos de estrangeiros das duas cidades que perguntei. Cada um diz uma coisa, sobre o primeiro ano e também sobre o que são férias.

 

Aí eu fiz o seguinte, paguei um advogado especialista em visto e vou compartilhar com vocês a orientação que recebi:

No meu caso, eu posso trabalhar 120 dias ou 240 dias meio período, mas no meu primeiro ano na Alemanha há uma restrição.

 

Como eu estou fazendo curso intensivo de alemão, o que vale é o calendário do curso, ou seja, posso trabalhar nos dias que eu não tenha aula, isso se aplica no meu caso às sextas, sábados e domingos. Além disso o curso também tem semanas de férias, então também sou permitida a trabalhar nestes dias. O advogado irá formalizar isso em uma carta e me enviar por email, caso eu precise apresentar.

 

Importante: pra mim este primeiro ano não foi ano calendário como me informaram anteriormente.... Ou seja, vou ter que esperar renovar o segundo ano e aí sim retiram a restrição do meu visto.

 

Quem já vem matriculado em universidade é outra situação, ok. Não se aplica esta restrição do primeiro ano. Eu só tinha a carta da universidade com a primeira etapa do processo, ou seja, eu fui aprovada, estava apta, mas ainda faltava a etapa do idioma pra entrar. Sem matrícula, não é estudante, é preparatório pra estudos.

 

Agora outra questão muito importante.... E se eu conseguir um emprego full time na Alemanha? Posso mudar o visto aqui ou preciso voltar pro Brasil, é fácil o processo, quem pode? Isso eu ainda não vivi, mas eu tenho algumas informações que recebi do advogado.

 

Posso trocar o visto? sim, pode. Eu estaria mudando o meu objetivo aqui. Pode ser aprovado ou não.

Tenho que voltar? depende. No meu caso não precisaria porque após o preparatório seria estudo e depois trabalho. Eu estaria pulando a etapa do estudo, então são vistos "semelhantes". Na minha opinião, vai depender dos astros e do humor de quem analisa.

Tem coisa que ajuda? Tem! Profissões mais específicas, perfis mais difíceis de encontrar, equivalência de diploma do brasil na Alemanha, qual será o seu salário, qual será a empresa, a qualidade da justificativa de porque eu e não um europeu. E mais uma vez os astros.

 

Agora eu ainda não tive esta experiência, então não sei como irá funcionar....

 

Boa sorte a todos!

 

 

E para ficar por dentro de todas as novidades siga o nosso instagram! @germanroutes

 

Guia brasileira na Alemanha

 

Share on Facebook
Please reload