• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2018 by German Routes contato@germanroutes.com.br

Comercializado por German Routes - Brasil

CNPJ: 32.923.352/0001-05

Um fim de semana no Lago de Constança (Bodensee) | A viagem da Lissa e do Tiago

 

Minha amiga Lissa Rússolo, que conheci aqui em Nuremberg, passou dois dias maravilhosos no Lago de Constança (Bodensee). A viagem ocorreu recentemente (julho 2017) e ela escreveu um relato e mandou fotos (veja abaixo) para compartilhar tudo o que viu por lá.

 

A Lissa é uma brasileira, que mora aqui na Alemanha e tem um Instagram cheio de fotos da Alemanha e você pode seguir também: @aondeeuflor Ela e Tiago são pessoas muito, mas muitooooo especiais :) 

 

Confira abaixo como foi a viagem deles no relato da Lissa:

 

Como sou apaixonada por lagos e montanhas, comemorei meu aniversário em um cenário especial: o Lago de Constança (Bodensee, em alemão), que fica a apenas 3 horas de carro de Nuremberg, região onde moro atualmente.

 

Rodeado de paisagens lindas, o Lago de Constança divide três países – Alemanha, Suíça e Áustria – e possui atrações para todos os gostos: desde aventuras mais radicais, como explorar as montanhas ou praticar esportes aquáticos, até passeios mais tranquilos e românticos, como os que eu escolhi para o meu roteiro de dois dias e que você pode conferir detalhadamente abaixo:

 

resumo do PASSEIO:

 

DIA 1: LINDAU

  • St. Peterskirche (Igreja de São Pedro)

  • Diebsturm (Torre do Ladrão)

  • Bismarckplatz (antiga prefeitura)

  • Porto

  • Farol Antigo

  • Novo Farol

  • Leão da Baviera

  • Almoço: Nordsee

  • Jantar: Alte Post Restaurant

  • Hospedagem: Hotel Restaurant Lindenallee

 

DIA 2: Meersburg e Mainau

  • Passeio pelas ruas de Meersburg

  • Barco até Mainau (Ilha das flores)

 

Relatos detalhados da viagem:

 

Dia 1 - Lindau

 

Partimos de Nuremberg no sábado de manhã e chegamos em Lindau na hora do almoço. Fomos direto à pousada que havíamos reservado, fizemos o check-in e já deixamos o carro estacionado por lá. Ficamos hospedados no Hotel Restaurant Lindenallee, localizada aproximadamente a 2 quilômetros do Lago de Constança, e fomos a pé até o lago, passeando por um caminho muito bonito. Poderíamos ter ido de ônibus até o centro histórico da cidade, pois o hotel possui um convênio com o sistema de transporte público da cidade, mas preferimos caminhar e aproveitar o dia agradável que estava fazendo.

 

 

Ao chegar no centro histórico, conhecemos a St. Peterskirche (Igreja de São Pedro) e a Diebsturm (Torre do Ladrão), que estão uma ao lado da outra. A construção dessa igreja data do século XI e, por dentro, possui pinturas no estilo gótico e abriga um pequeno memorial de guerra. Já a Torre do Ladrão tem telhado muito bonito e, como o nome diz, serviu de prisão para a antiga cidade.

 

 

Continuando o passeio, seguimos pela Maximilianstrasse, que é a principal rua do centro histórico de Lindau, cheia de lojas e restaurantes. Como estávamos com fome, mas tínhamos planos de jantar em um restaurante especial, preferimos almoçar algo mais rápido por ali mesmo (almoçamos no Nordsee, uma franquia de fast foods bem conhecida pela Alemanha e com preços bem em conta; o almoço para duas pessoas ficou 12 €). Na mesma rua, encontramos a parte de trás da maravilhosa Bismarckplatz, a antiga prefeitura de Lindau, com paredes adornadas e uma arquitetura muito convidativa. Na parte mais alta do telhado, é possível ver a árvore símbolo da cidade: o nome “Lindau”, vem do alemão “Linde”, que em português significa “Tília”, uma planta nativa da região. Contornando o prédio, avistamos a entrada, e, honestamente, achamos a parte de trás muito mais bonita! Entramos e encontramos uma biblioteca cheia de exemplares antiquíssimos!

 

 

Saindo de lá, já dava para ouvir o barulho que vinha da parte mais animada e visitada da cidade: o porto! Simplesmente imperdível! Contemplamos o Antigo Farol, que também possui um telhado muito bonito, e, claro, tiramos muitas fotos no principal cartão postal da cidade: o Novo Farol junto do Leão da Baviera, com as montanhas austríacas ao fundo. Que paisagem linda! Pela orla, fomos até o Novo Farol para subir e ter uma visão ainda mais privilegiada da região. Ao todo, o monumento possui 139 degraus e 36 metros de altura. O acesso custa 2,10 € por adulto e 0.80 € para pessoas até 16 anos.

 

 

Descemos, tomamos um sorvete e continuamos passeando ao redor do lago. Depois, voltamos às ruas históricas para explorá-las mais um pouquinho e seguimos até o Cassino de Lindau (Bayerische Spielbank), uma construção mais moderna, próxima à ponte de entrada da ilha.

 

Como o dia já estava terminando, fomos procurar um restaurante que já havíamos previamente pesquisado para jantar: o Alte Post Restaurant, que possui uma das notas mais altas pelo site TripAdvisor. Comi um pescado do próprio Lago de Constança assado em manteiga de ervas e acompanhado da tradicional salada de batatas da Baviera (Felchenfilet „Müllerin Art“ in Butter und Kräutern gebraten mit Salzkartoffeln serviert, 17,70 €) e o Tiago comeu um Bife de Porco acebolado e batatas fritas (Schweinesteak mit Zwiebel und Pommes frites, 16,90 €). Os pratos estavam deliciosos e muito bem servidos, o serviço do restaurante era bom, mas a única coisa que achei estranha é que, como eles possuem mesas grandes para quatro pessoas, junto conosco na mesa, sentou outro casal de clientes. Mas ok. Comemos bem, tivemos um bom tempo e é isso que importa mais. Depois de comer muito, dispensamos o ônibus que tínhamos à disposição para voltar ao hotel e, novamente, resolvemos caminhar para ajudar na digestão. De presente, ganhamos uma vista maravilhosa do pôr do sol.

 

 

Dia 2 – Meersburg e Mainau

 

Acordamos e tomamos um café delicioso no próprio hotel. Arrumamos nossas mochilas, fizemos check-out, pegamos o carro e seguimos 40 minutos até a Meersburg, outra cidade muito charmosa e, dessa vez, com ares medievais às margens do Lago de Constança. Paramos o carro no estacionamento próximo ao porto (se não me engano, o preço aos domingos é de 0,70 € por hora) e fomos comprar nossos tickets para embarcar rumo a Mainau, a famosa ilha das flores. A passagem de barco, saindo de Meersburg (ida e volta), junto com o acesso à ilha de Mainau custa 31 € por pessoa.Como faltavam ainda 40 minutos para nosso embarque, resolvemos explorar a rua de trás do porto, onde tudo é muito bonito.

 

 

Assim que embarcamos, a viagem durou 20 minutos. A Ilha de Mainau é, de fato, muito bonita e extremamente preservada. Ela é uma propriedade privada da Fundação Lennart Bernadotte, do Conde Bernadotte af Wisborg, um ex-príncipe da Suécia. A primavera já tinha passado e, mesmo assim, havia muitas flores para os visitantes apreciar. De acordo com o site oficial de Mainau, há diversos tipos de flores na primavera, verão e outono; ou seja, quase o ano todo! Ao chegar na Ilha, cada visitante recebe um mapa com as principais atrações do lugar. Achamos muito bonito o castelo barroco que, durante 500 anos, pertenceu aos cavaleiros da Ordem Teutônica. Outro ponto imperdível é o borboletário do local.

 

 

 

Almoçamos em um dos restaurantes da Ilha e a comida estava bem gostosa. Comemos salsichas alemãs, batatas fritas, Schnitzel de porco (parecido com bife à milanesa), saladas e bebemos cervejas. A conta ficou em 19,90 €.

 

Permanecemos em Mainau por 3 horas e retornamos de barco até Meersburg para explorar mais um pouquinho desse charme de cidade. Como não tínhamos preparado nenhum roteiro, fomos nos perdendo pelas ruazinhas, admirando livremente as fachadas e aproveitando cada minuto que tínhamos por lá.

 

 

 

 

De volta à orla da cidade, paramos para tomar um sorvete e nos despedir da linda vista do Lago de Constança.

 

 

O Lago de Constança oferece muitas opções de passeios, pois está na divisa de três países diferentes, a Alemanha, a Suíça e a Áustria. É fácil chegar lá saindo de Nuremberg, como fez minha amiga. Posso montar um passeio personalizado para você! :)

 

Lindo passeio! Obrigada Lissa, mil beijos!!!!

 

 

E para ficar por dentro de todas as novidades siga o nosso instagram! @germanroutes

 

Guia brasileira na Alemanha

 

Share on Facebook
Please reload