• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2018 by German Routes contato@germanroutes.com.br

Comercializado por German Routes - Brasil

CNPJ: 32.923.352/0001-05

O que fazer em Munique | 10 atrações para você conhecer em 1 dia

19.08.2017

Munique - Foto: Tati Mendonça

 

Pode parecer impossível destacar apenas 10 atrações em Munique, uma vez que a cidade tem muito para mostrar. São diversos jardins, museus, castelos, igrejas, rica história e cultura, cervejarias, uma vasta gastronomia... Enfim, um dia realmente é pouco. Mas neste roteiro de 1 dia que preparei para você, selecionei atrações imperdíveis que farão a sua visita valer a pena e te deixarão apaixonados por Munique. Vou te contar um segredo... Você certamente vai querer voltar com mais tempo :)

 

München (Munique) provém da palavra Mönch que significa monge. A cidade recebeu este nome por causa dos monges, da ordem beneditina, que dirigiam um mosteiro no local. O brasão da cidade é representado por um deles.

 

Munique é a terceira maior cidade da Alemanha e oficialmente foi fundada em 1158. Como muitas cidades alemãs, Munique sofreu com os bombardeios da Segunda Guerra Mundial e se reergueu. Hoje, abriga grandes empresas, indústrias de alta tecnologia e instituições científicas e, desde a década de 80, se destaca por seu crescimento econômico e índices baixos de desemprego.

 

A cidade também é muito conhecida pela tradicional festa alemã que atrai turistas de todo o mundo, a Oktoberfest. Você pode conferir um passeio exclusivo que nós faremos para esta super festa da cerveja, clicando aqui: Oktoberfest.

 

Preparados para um dia cheio de coisas interessantes e experiências únicas? Vamos passear?

Tenho certeza que a sua viagem para a Alemanha será inesquecível!

 

resumo do dia:

  • Karlplatz

  • Igreja de São Miguel

  • Frauenkirche

  • Marienplatz

  • Igreja de São Pedro

  • Viktualienmarkt

  • Hofbräuhaus Cervejaria

  • Nationaltheater München - Ópera de Munique

  • Residenz München

  • Hofgarten

 

KARLPLATZ

Seu passeio começa nesta grande e movimentada praça, construída no século XVIII, no centro de Munique. Karlsplatz recebeu este nome em homenagem ao príncipe da Baviera, Carlos Teodoro, mas é conhecida, popularmente, como Stachus, nome de um pub que ficava no local. Ele mesmo trocou o nome da praça em sua homenagem.

 

Aqui turistas e moradores se misturam e o clima descontraído faz com que todos se sintam acolhidos. No verão, algumas pessoas se acomodam pelo chão ou em bancos e apreciam o lindo chafariz, construído em 1970, que embeleza a praça lançando jatos de água e formando despretensiosamente um lindo arco-íris. Já no inverno, uma pista de gelo é montada no local, garantindo a diversão para quem se aventura a patinar e para quem apenas observa.

 

Ao redor da praça há construções que sobressaem, como: o grandioso Justizpalast (Palácio da Justiça), com seu estilo neobarroco e uma linda cúpula central de vidro, Kaufhof a primeira loja de departamentos construída em Munique, após a Segunda Guerra Mundial e o impressionante Karlstor, portão medieval que dava acesso à cidade e tinha a função de protegê-la de ataques, documentado pela primeira vez em 1302 e, nessa época, chamava-se Neuhauser Tor.

 

Na Karlsplatz existe uma passagem subterrânea que além de dar acesso ao metrô e ao trem, concentra uma enorme quantidade de restaurantes e lojas, como um shopping no subsolo.

 

 

igreja de sÃO MIGUEL

A Igreja de São Miguel (St. Michaelskirche) é a minha favorita! A igreja jesuíta foi construída pelo duque Guilherme V de Baviera, no final do século XVI, para ser o centro da Reforma Católica.

 

Sua arquitetura em estilo barroco é impressionante! Possui um enorme teto abobado sobre o altar (só é menor do que o da Basílica de São Pedro em Roma), lindos entalhes nas paredes, no teto e nos pilares e os detalhes dourados contrastam com o branco que predomina em seu interior. A pintura branca cria uma atmosfera de tranquilidade, paz e intimidade. A sua visita pode se tornar ainda mais especial, se no dia, houver ensaios ou apresentações do coro e da orquestra.

 

No local há uma cripta onde estão sepultados membros da família real bávara, destacando o rei Luís II, responsável pela construção de diversos castelos na Baviera como, por exemplo, o Castelo de Neuschwanstein.

 

 

FRAUENKIRCHE

A Catedral de Munique, Frauenkirche ou Igreja de Nossa Senhora foi construída no século XV e é a maior da cidade. Localizada na região central, a igreja de estilo gótico é imponente e tem como característica marcante as duas cúpulas verdes idênticas que preenchem o céu, sendo vistas de muitos pontos da cidade, graças a uma determinação que limita a altura das construções nas proximidades. Normalmente, a torre sul da catedral pode ser visitada e faz o papel de uma ótima anfitriã, apresentando uma vista panorâmica fantástica de Munique e dos Alpes.

 

Ao entrar na igreja, você ficará surpreso com a sua amplitude, que é capaz de acomodar milhares de pessoas. Além disso, há outros destaques, como: o lindo vitral atrás do altar e o grande crucifixo preso ao teto, que por estar suspenso, dá a impressão que flutua.

 

Frauenkirche também é conhecida pela Der Teufelstritt ou Pegada do Diabo que fica na entrada da igreja. Existem várias versões para a lenda que envolve a pegada misteriosa... Uma delas é que o diabo ficou irritado pela edificação de mais uma igreja em Munique e foi destruí-la, mas quando entrou nela, surpreendeu-se porque não possuía janelas. Com isso, riu alto e ridicularizou a construção, tendo em mente que ninguém iria a uma igreja sem janelas, e com alegria bateu seu pé firmemente no chão, deixando a sua marca. Ao ser concluída, o diabo viu que muitas pessoas frequentavam a nova igreja e descobriu que havia janelas “camufladas” entre as colunas. Percebendo seu erro, ficou furioso e se transformou numa ventania para destruir a catedral, mas não obteve êxito. Até hoje, o som do vento está presente, como uma trilha sonora, fazendo com que os visitantes lembrem-se da lenda.

 

 

MARIENPLATZ

No coração de Munique está Marienplatz, uma praça movimentada, cenário de festas, eventos, manifestações políticas e comemorações dos torcedores e do time Bayern de Munique pela conquista de títulos. Aqui também é realizado o famoso mercado de Natal (Weihnachtsmarkt), onde centenas de barracas vendem comidas típicas, doces, artesanatos, enfeites de Natal e etc.

 

O local recebeu este nome por causa do monumento localizado no centro da praça, dedicado à Virgem Maria, padroeira da Baviera. Mariensäule ou Coluna de Maria foi erguida em 1638, a pedido do rei Maximiliano I, em agradecimento ao fim da ocupação sueca, durante a Guerra dos Trinta Anos. A coluna de 11 metros de altura tem na sua ponta a imagem dourada de Maria, segurando Cristo em um dos braços e a seus pés uma lua crescente, simbolizando fé e esperança. Na sua base, anjos lutam com as quatro pragas da época: fome (dragão), guerra (leão), heresia (cobra) e peste (basilisco). Muitas pessoas rezam e fazem demonstrações religiosas ao redor do monumento. 

 

 

A praça também abriga outras construções que merecem destaque como, por exemplo:

 

Neues Rathaus – A nova prefeitura, em estilo neogótico, possui detalhes lindos, uma torre de 85 metros decorada com um belo relógio, figuras importantes, gárgulas, mas o que sobressai é o Glockenspiel, localizado em sua fachada. Diariamente, o carrilhão reproduz duas histórias do século XVI com uma trilha sonora de 43 sinos. Na parte de cima, a cena retrata o casamento do duque Guilherme V, fundador da cervejaria mais famosa da região Hofbräuhaus. Para homenageá-los, acontece um combate entre dois cavaleiros armados com lanças, um representa a Baviera e o outo Lothringen. Não vou estragar a surpresa contando o fim da história, assista e veja quem foi o vencedor do duelo.

Na parte debaixo, a cena retrata os fabricantes de barris dançando após uma grave epidemia de peste para demonstrar vitalidade, coragem e lealdade ao duque. 

O espetáculo ocorre diariamente às 11h, às 12h e às 17h (exceto no inverno).

 

Altes Rathaus – A antiga prefeitura foi construída no século XIV e reconstruída após a Segunda Guerra Mundial. No local, funciona o museu do brinquedo, conhecido como Spielzeugmuseum.

Acabou? Ainda não!

Tem mais umas coisinhas para você ver por aqui: Kräutlmarktbrunnen, Fischbrunnen, Charming Julia.

 

 

igreja DE SÃO PEDRO

Eu diria que Peterskirche guarda toda a sua beleza na parte interna da igreja. Construída no século XI, pelos monges beneditinos, é a igreja mais antiga de Munique. Possui estilo gótico, um teto com afrescos belíssimos e vários detalhes dourados.

A Igreja de São Pedro passou por reconstruções em decorrência de um incêndio em 1327 e dos bombardeios da Segunda Guerra Mundial que a destruíram.

 

A sua torre, conhecida como Alter Peter, tem mais de 91 metros e oferece uma vista deslumbrante da cidade e dos Alpes, mas para isso, você terá que “desbravar” cerca de 300 degraus e considerar outro obstáculo: os espaços estreitos. Quando chegar ao topo, vibre com a sua conquista, aprecie cada ângulo que a torre oferece e tire lindas fotos. Chegou a hora de descer? Fique tranquilo, porque para isso todos os santos ajudam!

 

 

VIKTUALIENMARKT

Este é o mercado ao ar livre mais antigo de Munique, tem 210 anos. Muito conhecido, o mercado atrai turistas, moradores, cozinheiros profissionais e amadores, todos atrás de sabores, de produtos frescos e de qualidade, de um bom almoço e de cerveja (é claro!). As várias barracas oferecem uma diversidade de produtos – verduras, frutas, carnes, salsichas, linguiças, pães, queijos, vinhos, flores... Ufa! E muito mais!

 

Aqui você também encontra restaurantes ou se preferir o Biergarten Viktualienmarkt, uma área com mesas e cadeiras para você beber cerveja e comer petiscos trazidos de casa ou comprados no próprio mercado.

 

Outro fato que chama a atenção, é o mastro localizado no centro de Viktualienmarkt. Pintado com as cores da Baviera (azul e branco) e decorado com figuras de profissões artesanais. O grande mastro está ligado a uma tradição bem antiga e indica a relevância do mercado para a região. O Maibaum ou Árvore de Maio celebra a chegada da primavera e, consequentemente, a época da colheita. Anualmente, em 1º de Maio, dia dos trabalhadores, acontece uma festa tradicional para realizar a troca do mastro do ano anterior. É uma comemoração muito alegre com música, dança, bebida e comida típicas.

Vocês concordam comigo que conhecer um mercado como este é uma experiência e tanto? Dê uma passada por lá! Fica bem perto da Marienplatz.

 

 

 

CERVEJARIA HOFBRÄUHAUS

A cervejaria Hofbräuhaus é uma das mais famosas de Munique, foi fundada em 1589 pelo duque Guilherme V, para servir apenas a corte. Somente em 1828 passou a vender cerveja ao público. Por conta da sua popularidade o local está sempre lotado, repleto de turistas.

 

Possui um amplo salão com decoração rústica, mesas e cadeiras de madeira maciça, grandes lustres e lindas pinturas no teto relacionadas à cerveja, música, alimentos/ingredientes e às cores da Baviera.

No segundo andar está o salão onde Hitler fez seu primeiro discurso, em 1920, apresentando o Programa de 25 Pontos, do seu partido. Neste dia, foi aclamado por aproximadamente 100 pessoas e descobriu sua habilidade como orador.

Na cervejaria existe um mezanino com objetos e fotos, contando a história do local e um espaço reservado para apresentação dos músicos e dançarinos.

Os atendentes, que vêm e vão, carregando enormes canecas e pratos, usam roupas típicas - Lederhose para os homens e o Dirndl para mulheres.   

 

Afinal de contas, viemos aqui para beber ou para conversar?!?!

Tem cerveja de todos os tipos e para todos os gostos: tradicional clara (Original ou Helles), escura (Dunkel), de trigo (Weißbier), light (Weiße leicht) e pasme, sem álcool. Eu adoro uma chamada Radler, que é super refrescante e bem leve, pois é uma mistura de limão e cerveja. Escolha a sua e um brinde! Prost!

 

 

 

TEATRO NACIONAL

O Teatro Nacional é o palco de óperas e balés em Munique. Inspirado no Odéon de Paris, foi construído em 1818 a pedido do rei Maximiliano I. É uma edificação que marca presença com suas colunas, refletindo a grandeza dos monumentos da antiguidade grega, além de ser elegante e refinada, na parte interna.

 

Em 1823, o teatro foi destruído pelo fogo e levou 2 anos para ser reconstruído. Após a reconstrução, muitas estreias foram encenadas no local, como Tristão e Isolda, de Richard Wagner.

Infelizmente, o teatro também sofreu com os bombardeios durante a Segunda Guerra Mundial e passou por mais uma reconstrução. A sua terceira versão foi inaugurada em 1963 com a apresentação de Die Meistersinger von Nürnberg, também de Richard Wagner. Desde então, é a casa de produções importantes e de estreias mundiais.

Nationaltheater München está localizado na Max-Joseph Platz, praça que foi construída em conjunto com o teatro.

 

 

RESIDENZ

O antigo palácio foi a residência da família real de 1508 a 1918. Passou por várias modificações, à medida que cada governante o ocupou e deu seu toque ao lugar, isso é perceptível em sua arquitetura. São mais de 130 cômodos e a riqueza de detalhes é impressionante!

 

Residenz possui 3 alas: museu (Residenzmuseum), sala do tesouro real (Schatzkammer) e teatro (Cuvilliés-Theather).

O palácio não ficou ileso à Segunda Guerra Mundial, foi praticamente destruído em sua totalidade. Por conta disso, muitos objetos são réplicas perfeitas dos originais.
 

Para conhecer tudo, reserve pelo menos 2 horas do seu dia. Caso não tenha esse tempo disponível, você pode conhecer parte do palácio, comprando as entradas separadas ou os tíquetes combinados. Tenho certeza que será uma experiência de cair o queixo, tamanha é a sua beleza.

 

 

HOF GARTEN

Localizado atrás do palácio Residenz, o Jardim da Corte foi construído em 1613, a pedido do rei Maximiliano I. Inspirado no movimento renascentista italiano é um jardim romântico, um dos mais bonitos de Munique.

 

No centro de Hofgarten está o Templo de Diana, construído em 1615. Oito caminhos existentes no jardim levam ao pavilhão, que se assemelha a um coreto. Sobre o telhado está a réplica da escultura Tellus Bavaria, criada em 1623.

 

Seu passeio termina neste lindo jardim, um lugar onde é possível relaxar e fazer uma retrospectiva das experiências incríveis vividas neste dia, enquanto contempla a beleza das flores, árvores, fontes e dos arbustos.

 

 

 Food tips:

Quer dar uma conferida em alguns locais para comer em Munique? Você pode acessar aqui:

- Dicas de Restaurantes em Munique | Para ter uma experiência bávara

- Acetaia | Dica de Restaurante romântico em Munique

 

 

Essas são algumas das principais atrações de Munique. Imagino que tenham ficado curiosos e com muita vontade de ver mais. Se quiser conhecer mais detalhes da sua história, outros pontos turísticos e dicas especiais, entre em contato!

 

Está procurando uma guia brasileira em Munique? Podemos montar um roteiro personalizado ou fazer um passeio guiado em português, adequado ao seu tempo e aos seus interesses. Sua viagem poderá ser muito mais proveitosa e inesquecível!

 

 E para ficar por dentro de todas as novidades siga o nosso instagram! @germanroutes #germanroutes #guiabrasileiraalemanha

 

Guia brasileira em Munique

 

Share on Facebook
Please reload