• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2018 by German Routes contato@germanroutes.com.br

Comercializado por German Routes - Brasil

CNPJ: 32.923.352/0001-05

6 grandes cervejarias de Munique | Vamos conhecer?

 

 

O Luciano Chaves, do Check-In Alemanha, nosso parceiro e correspondente oficial para cervejas na Alemanha nos conta um pouco das 6 grandes cervejarias de Munique: Augustiner, Spaten, Hofbrauhaus, Löwenbrau, Hacker-Pschorr e Paulaner.

 

Vamos conferir!

 

 

Munique é conhecida mundialmente como a “capital cervejeira”, e não é a toa, pois a cidade possui 6 grandes cervejarias de muita história e tradicionalismo. 

 

Faltando um pouco mais de um mês para maior festa cervejeira do mundo, a Oktoberfest, são exatamente as 6 cervejarias que comandam o festival.

 

Conheça um pouco da historia de cada uma: 

 

 

Augustiner: 

 

Em 1328, os monges agostinianos começaram a fabricar cerveja em um local dentro da muralha da cidade. Os monges estavam intimamente associados à fabricação de cerveja: parte de sua missão era ajudar os pobres, necessitados e doente em um período em que a água potável era uma raridade.  

 

Em 1803, a cervejaria acabou saindo das mãos dos monges e passou para o estado, mas o nome permaneceu. 

 

No ano de 1829 ela foi comprada por Anton e Therese Wagner, mas algumas décadas depois seu filho, Joseph Wagner, assumiu os negócios da família. São as iniciais de Joseph Wagner que você vê no logotipo da empresa. (J.W.).

 

A cervejaria foi gravemente bombardeada durante a Segunda Guerra Mundial, mas felizmente foi reconstruída e hoje é protegida como monumento histórico de Munique, sendo considerada a mais antiga ainda em funcionamento da capital bávara. 

 

Augustiner é certamente a cervejaria mais popular entre os moradores de Munique. É a única das "6 grandes” que não exporta suas cervejas, ou seja, você só poderá beber quando estiver visitando a cidade. 

 

Cerveja Sugerida: Helles

 

O estilo Helles de Munique, ou simplesmente “hell"que significa “claro"em alemão  foi criado em 1894 e é a cerveja consumida pela população local. Uma cerveja leve e refrescante, com baixo amargor e perfeita para qualquer situação. 

 

Spaten:

 

Fundada em 1397, essa cervejaria teve uma importância imensa para a época e para o mundo cervejeiro.

 

O nome do responsável foi Gabriel Sedlmayr (iniciais carregadas na logomarca até hoje). Ele é o mestre cervejeiro pioneiro de técnicas que passaram a melhorar a qualidade da cerveja. Após a sua morte seus filhos assumiram e a Spaten chegou a ser maior cervejaria de Munique. A família seguiu como proprietária por varias gerações. 

 

Nessa cervejaria foi desenvolvida a cerveja do estilo Helles de Munique, que passou a ser a cerveja mais consumida da região sul da Alemanha.

 

 

 

 

Hofbrauhaus: 

 

Originalmente fundada em 1589 pelo Duque Wilhelm V, a cervejaria Hofbräu foi durante muitos anos responsável por abastecer somente a familia real e pessoas de alto poder. Em 1828 ela abriu as suas portas para o publico através de um decreto.

 

A cervejaria acabou se tornando uma referencia da vida pública e política de Munique, recebendo importantes personagens como clientes assíduos, como por exemplo, Lenin.  A cervejaria ainda testemunhou a proclamação da “República Soviética de Munique” e ainda o programa dos 25 pontos do partido nacional socialista alemão, que futuramente regeriam o partido nazista.

 

A cervejaria é um dos principais pontos turísticos da cidade, recebendo pessoas dos 4 cantos do mundo. São mais de 35.000 visitantes diariamente.

 

Cerveja sugerida: Hofbräu München Dunkel

 

Trata-se de uma cerveja muito antiga, que surgiu muito antes das cervejas claras e leves na Baviera. Foi a primeira cerveja da HB e permanece com a receita original desde a sua fundação. Apesar de escura, ela é leve e extremamente saborosa, ideal para evoluir o paladar para outros estilos de cervejas.

 

Vale lembrar que dependendo da época que você estiver visitando a HB de Munique, poderá provar uma cerveja sazonal, isso não fica explicita no cardápio, mas podemos te orientar em nosso tour de cervejas por Munique.

 

 

 

Löwenbrau:

 

Fundada em 1524, Löwenbrau significa Literalmente “Cervejaria do Leão”. O Leão é um dos símbolos de Munique.

Atualmente é controlada pela poderosa empresa do ramo de bebidas, a AB-INBEV.

 

A dica aqui não é a cerveja em si, mas sim para a Oktoberfest, pois é por lá que rola uma das famosas “ afterparty". 

Se ainda tiver pique, corra pra lá.

 

 

 

 

Hacker-Pschorr:

 

No final do século XVIII, Josef Pschorr comprou a cervejaria Hacker de seu sogro Peter-Paul Hacker. Posteriormente fundou uma cervejaria separada com seu próprio nome.

 

Em 1972, Hacker e Pschorr se fundiram para formar a Hacker-Pschorr, mas passaram 3 anos comercializando as cervejas com as marcas separadas. Em 1975 iniciaram a venda com o nome atual. O logotipo é uma união dos brasões das duas cervejarias. 

 

Esta cervejaria tem uma importância imensa para a maior festa cervejeira do mundo, a Oktoberfest e, nós podemos te ajudar a conhecer toda essa riquíssima história e muito mais. Ah, uma dica pra você que pretende visitar a festa: a tenda da cervejaria é considerada por muitos como a mais animada. 

 

Cerveja Sugerida: Kellerbier

 

Trata-se de uma cerveja não-filtrada e não pasteurizada, o que confere um sabor único além da sua alta refrescância. Ela é servida diretamente dos barris de madeira em que a cerveja é fermentada em baixas temperaturas.

 

"Keller" em alemão significa porão, lugar em que essas cervejas eram armazenadas antigamente. 

 

 

 

Paulaner:

 

Assim como a Augustiner, a Paulaner também iniciou as atividades como uma cervejaria monástica em 1629.

 

Sua primeira criação, foi a Paulaner Salvator, uma cerveja que ficou conhecida como o "pão líquido”, pois foi criada como uma alternativa durante o período de jejum da quaresma, onde os monges só poderiam ingerir Pão e água. A receita tinha como base praticamente os "mesmos ingredientes" de um pão. 

 

Até hoje existe a festa “Starkbierfest” (festa da cerveja forte) justamente durante o período da quaresma, onde é servida a Paulaner Salvator. 

 

Cerveja sugerida: Paulaner Salvator

 

Depois de toda essa historia não poderia ser outra. Com seus potentes 7,9%, de cor cobre e espuma persistente é a cerveja ideal para beber nos meses frios do ano. 

 

 

E não para por aí, fique ligado no nosso blog que em breve terá mais dicas cervejeiras da capital da Baviera. 

 

 

 

O que você acha de fazer um tour de cerveja em Munique com a gente? Vamos conhecer muita história, degustar muitas cervejas e comidas típicas por aqui :) Tudo personalizado para incluir essa experiência em sua viagem.

 

Embarque com a gente!!! Agende o seu tour clicando aqui oh: Contato.

 

E para ficar por dentro de todas as novidades siga o nosso instagram! @germanroutes

#germanroutes #guiabrasileiraalemanha

 

German Routes | Guia brasileira em Munique

Texto e foto: Luciano Chaves (Check in Alemanha)

 

Share on Facebook
Please reload