• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2018 by German Routes contato@germanroutes.com.br

Comercializado por German Routes - Brasil

CNPJ: 32.923.352/0001-05

Muro de Berlim | 10 curiosidades

 

 

 

Nossos parceiros da Go Easy Berlin estão por aqui para contar as 10 curiosidades sobre o muro de Berlim. Vamos conferir?

 

O Muro de Berlim é sem dúvidas um dos símbolos mais icônicos da cidade, não só por sua história geral, mas por todos os impactos que sua existência trouxe para a sociedade berlinense, algumas das quais ainda presentes até os dias de hoje. Listamos dez fatos interessantes sobre o Muro, distribuídos em diferentes épocas da história!

 

1) Divisão fictícia em Berlim: Após o fim da Segunda Guerra Mundial, a Alemanha foi dividida em duas: a Alemanha Oriental, chamada de “República Democrática Alemã” (em alemão: DDR, “Deutsche Demokratische Republik”) e a Alemanha Ocidental, chamada de “República Federal da Alemanha” (em alemão: BRD, “Budensrepublik Deutschland”). Berlim, como capital do país, foi também alvo de disputa e, consequentemente, dividida em quatro setores: o lado ocidental, controlado pelos Estados Unidos, Reino Unido e França, e o lado oriental, controlado pela União Soviética.Isso significava que Berlim Ocidental era uma “ilha” dentro da própria Alemanha Oriental! Logo após a divisão, havia o controle de movimentação entre os setores, porém ainda com certa liberdade. Inclusive, o metrô circulava normalmente entre os setores sem qualquer bloqueio. Infelizmente, tal liberdade foi diminuindo gradativamente com o passar do tempo.

 

2) Stalin tentou unificar o país: O líder soviético propôs aos líderes do bloco capitalista a reunificação da Alemanha em 1952. Uma das condições era que o país reunificado não poderia associar-se à nenhuma aliança militar contra os antigos ocupantes, isto é, não poderia posicionar-se evidentemente na Guerra Fria.O plano foi recusado, o que atrasou em 37 anos a reunificação do país, influenciou na disputa política pelos territórios alemães e, como uma das consequências tivemos a construção do Muro de Berlim. É evidente que os planos de Stalin buscavam interesses próprios, como a absorção de parte do território a leste pela União Soviética.

 

3) Da noite para o dia a cidade estava dividida: Erich Honecker, secretário de Segurança do Comitê Central do SED (“Sozialistische Einheitspartei Deutschlands”) e futuro líder da Alemanha Oriental, ordenou que os soldados cercassem Berlim Ocidental com arame farpado. O episódio iniciou-se à 1 hora da manhã de 13 de agosto de 1961 e pela manhã 193 ruas que faziam a fronteira entre os setores estavam bloqueadas, assim como as linhas do metrô e trem que ligavam leste e oeste. A grande maioria da população, inclusive o prefeito da cidade Willy Brandt, foram pegos de surpresa.

 

4) Bloqueios e mais bloqueios: Diversas ruas e estações de metrôs ficaram bloqueadas após a construção do Muro de Berlim. Um dos episódios mais famosos ocorreu na Bernauer Straße, no bairro de Prenzlauer Berg (Pankow): ela foi partida ao meio! O muro fazia fronteira diretamente com alguns apartamentos, que logo tornaram-se rota de fuga. Existem vídeos e relatos que mostram pessoas de todas as idades arriscando suas vidas, ao saltarem das janelas do prédio. Após várias tentativas realizadas com sucesso, o lado socialista decidiu lacrar as janelas destes apartamentos, evitando assim que mais pessoas escapassem para o outro lado. Atualmente, no local há um memorial do Muro.

 

5) Gorbachev pediu para que o Muro fosse derrubado: O presidente soviético Mikhail Gorbachev junto a seus ministros, pediram a Erich Honecker que o Muro de Berlim fosse derrubado, isso em 1987, dois anos antes de queda. Tal pedido não foi atendido e tempos depois foi descoberto que a solicitação de Gorbachev estava escondida entre as anotações de um dos funcionários mais próximos a Eduard Shevardnadze, que foi o último ministro das Relações Exteriores da União Soviética.

 

6) Número incerto de vítimas: Até hoje não é certo o número de pessoas que morreram ao tentar atravessar o Muro de Berlim. Uma pesquisa recente feita pela Universidade de Potsdam, aponta que entre 136 e 138 pessoas foram vítimas por tiros disparados por guardas da fronteira.

 

7) A última fuga: A última vítima do período que o Muro de Berlim ainda estava de pé, ocorreu dias antes da queda anunciada em novembro de 1989. Um casal organizou uma fuga com a utilização de um balão. Na hora da fuga, eles ficaram com medo que não houvesse ar suficiente para aguentar o peso dos dois, por isso, apenas o marido foi. O problema ocorreu quando o balão subiu muito e alcançou alturas superiores a 2.000 metros. Ele sobrevoou por algumas horas a cidade de Berlim e durante a aterrissagem, sofreu inúmeras fraturas que acabaram lhe custando a vida.

 

8) Como se deu a queda? A queda do Muro de Berlim ocorreu por um erro de comunicação que provocou abertura surpresa da fronteira. Em 9 de novembro de 1989, o governo recém empossado da DDR tentava controlar as fortes manifestações, que exigiam mudanças. Em uma coletiva de imprensa, o então porta-voz do governo, Günter Schabowski, anunciou que qualquer cidadão poderia atravessar a fronteira da Alemanha Oriental sem autorização prévia. O anúncio foi tão surpreendente que, efetivamente, ninguém entendeu ao certo o que estava acontecendo. Tudo foi um erro de comunicação do porta-voz, pois a questão é que a medida só valeria a partir do dia seguinte — o que Schabowski não sabia. Ele acabou dizendo que a norma entraria em vigor imediatamente: “nach meiner Kenntnis ist das sofort, unverzüglich”. Os jornalistas não sabiam o que fazer, mas, como a coletiva era transmitida ao vivo, os berlinenses entenderam muito bem o que estava acontecendo. Foi o suficiente para que uma multidão, antes mesmo do término da entrevista, já se aglomerasse em frente aos postos de controle em Berlim. Sem conseguir segurar o público, os guardas liberaram a passagem. Era o fim do Muro. Foi sem dúvida, um dos momentos mais marcantes da história da cidade, para não dizer da história contemporânea, e é relembrado com muita emoção pelos locais.

 

9) A divisão do muro é visível do espaço: Do espaço ainda consegue-se ver a antiga divisão política da cidade de Berlim. Isso é possível pois Berlim Ocidental conta com uma das maiores concentrações de lâmpadas de gás, o que representa 50% de todas as lâmpadas deste tipo no mundo. Esse tipo de iluminação contrasta com o restante da cidade, sendo possível distinguir cada uma das regiões.

 

10) A disputa entre Berlim e os artistas do East Side Gallery: Após uma grande restauração efetuada em 2009, parte dos artistas do “East Side Gallery” (isto é, a porção de aproximadamente 1.3 km do Muro que ainda está de pé e foi transformada em galeria de arte) anunciou que moveriam processo contra a prefeitura de Berlim por violação de direitos autorais. Isso porque eles alegam que a prefeitura teria destruído as obras originais e copiado novamente durante a etapa de restauração, sem a devida permissão dos artistas. O resultado desse processo certamente será um marco nas leis europeias de arte.

 

Fontes: http://www.pragmatismopolitico.com.br/2014/11/25-curiosidades-sobre-o-muro-de-berlim.html e http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/11/veja-25-fatos-sobre-o-muro-de-berlim.html

 

  

Gostou da matéria?

 

Se você está procurando uma guia brasileira em Berlim, conheça com a German routes! Eu posso te levar para conhecer esta linda cidade com nossos passeios guiados em português. Também posso te ajudar na elaboração de todo o seu roteiro pela Alemanha com o nosso serviço de concierge.

 

E para ficar por dentro de todas as novidades siga o nosso instagram! @germanroutes

#germanroutes #guiabrasileiraalemanha

 

Guia brasileira em Berlim

 

Share on Facebook
Please reload