• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2018 by German Routes contato@germanroutes.com.br

Comercializado por German Routes - Brasil

CNPJ: 32.923.352/0001-05

Tour pelos Bunkers | Zeppelin e Maybach (Um bate e volta de Berlim)

28.06.2019

 

Nosso passeio começa há 1h20 de Berlim, na cidade de Zossen, onde encontra-se um complexo de bunkers mais bem preservados da história alemã.

 

O bunker Wünsdorf Zeppelin foi construído pelo Reichspost alemão (antiga rede de correio, que hoje chama-se Deutsch Post) em nome do alto comando do exército da Wehrmacht, nas proximidades da cidade de Brandemburgo, no final da década de 1930. O nome de código para o bunker era Amt 500, ou seja, (Postal) Office 500.

 

Em maio de 1939, o centro de notícias do Zeppelin iniciou sua operação experimental, que em agosto passou para a fase ativa após a chegada do Alto Comando do Exército, que havia se mudado de Berlim para Zossen. Até então, todas as conexões de telecomunicações preparadas para a campanha polonesa haviam sido transferidas para a sede.

 

A  designação original Zeppelin, originalmente destinada apenas ao bunker de notícias, era usada para todo o complexo do escritório administrativo e ele permaneceu como o mais importante, maior e mais moderno centro de telecomunicações do sistema de conexão de toda a Segunda Guerra Mundial. ​

 

 

 

O complexo de edifícios Maybach I e II foram construído em 1937 e 1940. Eram mais de 20 edifícios de três andares acima do solo projetados para parecerem habitações locais, e dois andares de bunkers interligados com paredes de dois metros de espessura abaixo. Mais profundamente nos níveis subterrâneos de Maybach I, havia poços para água potável e encanamento, sistemas de filtro de ar para proteção contra ataques de gás e motores diesel para manter o sistema operacional. Mais tarde, o site foi ainda mais camuflado pelo uso de redes. 

 

 

 

Uma curiosidade sobre Maybach II é que evidências incriminatórias deixadas pelos conspiradores do complô de 20 de julho de 1944 contra Hitler foram descobertas em um cofre em Zossen. Entre os documentos supostamente descobertos estavam trechos do diário de Wilhelm Canaris (um almirante alemão, líder dos serviços de espionagem militar (a Abwehr) e também uma das figuras da resistência alemã (Widerstand) ao regime nazi de Adolf Hitler e um dos (indiretamente) envolvidos no atentado.

 

Havia correspondência conspiratória entre agentes da Abwehr, informações sobre as negociações secretas entre o Vaticano e membros do originalmente planejado golpe de Estado (1938), dados sobre as atividades de resistência do ministro luterano entre outros. 

 

 

COM A GUERRA

A rápida ocupação de Zossen-Wünsdorf em abril de 1945 fez com que o bunker de telecomunicações e seus equipamentos de telecomunicações caíssem praticamente intocados nas mãos do Exército Vermelho.

 

Durante a divisão da Alemanha, a República Democrática Alemã (RDA) utilizou a base e partes da estrutura foram reconstruídas e instaladas no centro de notícias Ranet, que era responsabilidade de uma brigada de notícias soviética. 

 

Com a retirada das últimas tropas do território da RDA também Ranet cessou suas operações.

 

A partir de outubro de 1992, a sede foi desmantelada e a tecnologia foi transferida para a União Soviética e, atualmente o Bunker é aberto para visita com guia local, na qual é possível visitar as instalações.

 

 

 

Vamos mergulhar na história e embarcar nessa experiência? Ficou interessado em conhecer este local incrível?

 

Mande uma mensagem no e-mail contato@germanroutes.com.br e receba uma proposta para um passeio pelas ruínas do Reich.

 

Bis Bald!

 

Está procurando uma guia brasileira na Alemanha? Conheça os nossos passeios. E para ficar por dentro de todas as novidades siga o nosso instagram! @germanroutes #germanroutes #guiabrasileiraalemanha #agênciadeviagemalemanha

 

Agência de viagens e experiências | Especializada na Alemanha | Guia brasileira na Alemanha

 

 

Share on Facebook
Please reload